quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Imagem poética


Roubei a expressão do título de Rubem Alves. Além da tatuagem no braço (Tempus fugit é o nome de um dos seus quase 40 livros), o escritor-psicanalista inspirou-me neste outro termo: imagem poética.

Adoro a alusão. As relações que os dois verbetes desencadeiam, juntos. Como numa engrenagem mental. Usufruo das palavras para falar deste aperto que sufoca o meu peito nos últimos dias. Estava a pensar no tchau, em tudo que foi aqui vivido, minuciosamente vivido, para que as recordações fossem as melhores possíveis. Fossem imagens poéticas.

Dois anos podem ser resumidos assim: intensidade. Sei que não é o ponto final, mas custa deixar para trás as experiências e amizades. Já escrevi sobre isso inúmeras vezes – no papel e na minha cabeça. Já pensei e pensei e pensei que trata-se de um até logo, de coisa temporária, de uma pausa forçada. É como se parássemos o filme na metade para ir ao banheiro.

Meu coração está pequenino. Tenho dificuldades em respirar – e, desta vez, não é culpa da maldita asma. É falta de ventilação na alma, coisa que nenhuma bombinha de aerossol resolve. Estou ofegante, ansioso, confusamente consciente de que completei meu objetivo ao vir a Portugal. Que o superei.

Vocês foram maravilhosos. Vocês são fenomenais. Cada fragmento da minha história lisboeta recebeu uma pincelada de beleza, um toque de graça convosco. Desculpem a pieguice, desculpem este texto cor-de-rosa. É que falar deste tipo de coisa sem ser meloso é mais difícil que um mestrado na Nova.

Guardo-os na lembrança com carinho sublime. As imagens poéticas infindáveis. Bastará eu fechar os olhos e estarei a fazer palhaçadas para todos rirem. Como aconteceu muitas vezes. E acontecerá mais outras tantas.

3 comentários:

Sofia Rodrigues disse...

:)

Soraya Barreto disse...

A imagem poética que deixas em nossos corações rasgam a carne e insuflam a alma.

Anônimo disse...

Imagens da alma, imagens da história, que carregas contigo e cada uma consigo. Deixa que há mais pinceladas, mais palavras e fotos, despedidas e chegadas....
Denise