segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Diria que é um guia (Parte 3)

Opção cultural... há em Lisboa? Pois foi nessa toada do último e-mail trocado. Respondi, com certo receio de vender gato por lebre. Aposto no meu gosto, apesar de às vezes concordar que a capital portuguesa deveria vir mais recheada de uma boa agenda. Vamos ao terceiro blá-blá-blá...

Sim, confesso que me "pegou" no tema do outro e-mail. E gostei da risada macabra. Estive a pensar mesmo na questão que te corrói e consegui chegar a duas certezas que se atravessam:

- Há bastante opção cultural aqui;
- Não há tanto opção cultural quanto podia ter.

Explico desde já. As revistas mentem uma verdade maquiada. Lisboa é realmente cada vez mais metrópole, cada vez mais diversificada, cada vez mais tolerante e aberta, cada vez mais in. No entanto, trata-se de um caminho lento diante do conservadorismo do povo português. Os antigos ainda teimam em martelar na tradição; os jovens já cresceram na mistura e aceitam o diferente com naturalidade.

No entanto, a produção de Portugal enquanto país cultural é pequena. Nisso assemelha-se um pouco ao "provincianismo" de Floripa, infelizmente - pois tanto um lugar quanto outro tem o suficiente para tornar-se mais importante neste cenário. Então já te digo que não espere o peso de Londres, Paris, Roma ou Madrid. Não espere a efervescência de Barcelona ou Amsterdã. Lisboa ainda engatinha nesse aspecto e tem suas belezas e magias.

Essas revistas são, talvez, um combate ao complexo de vira-latas. Ainda assim, não me arrependo de ter escolhido aqui - principalmente para aproximar de um país e pessoas que a gente pensa saber e conhecer, mas não tem ideia de como são; desmistificar muito senso comum que nos é imposto e, por que não, valorizar a nossa terra e raízes.

Sinceramente, se fosse para te indicar algum local para fazer o mestrado, seria Itália ou Espanha. Mas é que sou mesmo apaixonado por ambos, e só não escolhi um deles por conta do idioma. Tenho certeza de que ainda vou morar em Roma, Barcelona ou Madrid. Isso é fato, hehe. Mas posso dizer que Lisboa é agradável e se já conheces Londres e quer ficar perto do teu namorado, não vejo porque não escolher a capital lusa.

Com certeza passará momentos interessantes...

Nenhum comentário: