quinta-feira, 1 de outubro de 2009

A novidade. O ópio

É impressão minha ou saltaram setembro do calendário? Eu realmente nem o vi passar. Deve existir, hoje em dia, alguma pressa nas datas. As folhas correm, os dias atropelam-se e parece que ontem aconteceu há cinco anos.

Setembro foi uma época de visitas. Correção: setembro abriu a época de visitas, que se estenderá por outubro. Meus pais vêm lamber a cria e fazer turismo. Passarão por Lisboa para conhecer a minha Lisboa – depois vamos para a maravilhosa Atenas. Confesso que é uma agradável responsabilidade.

Gosto de receber as pessoas queridas. Vou adiante: gosto mais de receber as pessoas queridas que de visitá-las. Fascina-me a ideia de partilhar as descobertas, dividir os contos e trombar com seus olhares contemplativos. Os visitantes nos fazem reviver a novidade.

A novidade... é algo que preciso cotidianamente na vida. Um ópio.

Um comentário:

Elis Zampieri disse...

Eu também. Ariano que se preze detesta rotina e faz os dias todos diferentes, nem que seja pintando um de cada cor no calendário.:-)

Delícia isso de receber família mesmo. Enjoy.