sexta-feira, 10 de abril de 2009

Uma tarde no Estoril

Passei a tarde de ontem no Estoril. Estive na praia e, apesar do sol, o vento atrapalhou um bocado a estada no famoso ponto turístico de Portugal. Para quem quiser saber (e aqueles que ainda não sabem), o Alessandro, amigo italiano que fazia o concurso de piloto da TAP, superou todas as etapas e conseguiu o emprego. Vai morar no Estoril a partir de segunda-feira.

Sempre achei estranho, na Europa, ver aquelas pessoas pisarem a areia de tênis, calça e agasalho. Mas não é que a gente se habitua? Por não saber como vai estar o tempo, é normal desembarcar na praia todo "encapotado" e, ao longo do calor, realizar um strip de frente para o mar. Tem gringo (não os irmãos patrícios) que leva à risca e fica, literalmente, pelado para trocar de roupa.

Uma amiga, coitada, saiu da entrevista de emprego direto para lá. Mandou mensagem e perguntou se estávamos na praia, pois iria como estava vestida: salto alto, jeans, blusa, cachecol e sobretudo. O detalhe é que ao tirar o sapato, trajava uma meia-calça preta. Teve então de pegar sol como se estivesse fugindo dele. (No fim das contas, foi o próprio sol que desapareceu.)

Um comentário:

Luciana disse...

Gustavo:
assim que puder, dah uma passadinha no meu blog. Deixei um pequeno presente de aniversario para vc. Lembrando o endereço: wwww.comopensamentosevailonge.blogspot.com

Abraços.