quarta-feira, 29 de abril de 2009

Escrevo para ser lido


Eu não deveria estar aqui. Tenho um trabalho do mestrado a fazer, e preciso entregá-lo na sexta. Já é depois de amanhã e ainda nem ao menos comecei. Minha vontade teima em estar diante do blogue, a concatenar palavras, frases, parágrafos... que ninguém lê.

Lembrei do Rubem Braga: ele tem uma bela crônica chamada Meu ideal seria escrever.... Rubem queria compor uma história tão engraçada capaz de alegrar a moça doente da casa cinzenta. Essa história correria de boca a boca, como um raio de sol, tirando gargalhadas de todos. Percorreria cadeias, hospitais, salas de espera. Seria lida por ricos e pobres, ganharia o mundo todo.

Minha pretensão é mais modesta. Não escrevo só para mim – mentiria se afirmasse isso. A necessidade da escrita é muito anterior à qualquer leitura. Como diria Paulo Leminski: "Escrevo. E pronto. Escrevo porque preciso. Preciso porque estou tonto. Ninguém tem nada com isso". Porém, me apetece ser lido.

Pode ser uma masturbação de ego, um intuito barato de reconhecimento e compreensão. Talvez seja mais uma forma de organizar meus pensamentos e partilhá-los. A verdade é que sou ruim com as palavras faladas, então me refugio nos relatos do papel – ou do monitor.

Tinha mais a escrever, mas vou parar. Eu não deveria estar aqui, lembram-se? E o que ainda tenho a dizer é um pouco indizível. Tentarei fazê-lo amanhã. Ou, se estiver muito enrolado com o trabalho, só na semana que vem – não aguentarei tanto tempo, vocês sabem disso.

Ontem tive duas novidades tonteantes e duas conversas instigantes.

3 comentários:

Andréa disse...

"Minha pretensão é mais modesta. Não escrevo só para mim – mentiria se afirmasse isso. A necessidade da escrita é muito anterior à qualquer leitura."

Eu te leio. Todos os dias. Em todos os seus blogs. E também escrevo, porque também sou melhor melhor com as palavras escritas.

Bjs,
Andréa

Verinha disse...

"Minha vontade teima em estar diante do blogue, a concatenar palavras, frases, parágrafos... que ninguém lê.". Sou uma leitora assídua, embora às vezes não participe.

Bj

Julia disse...

Faço coro com as moçoilas!
Adoro suas reflexões sobre a vida..perceber através delas como vc está amadurecendo. Falando assim, parece até que eu te conheço rs! mas eh verdade, mesmo sem te conhecer é legal ver seu crescimento por aqui.
Acabo aprendendo junto com vc (ainda que escondida xD)