segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Recesso na inspiração


Como minha inspiração resolveu tirar uns dias de folga, descansar neste período de recesso, talvez viajar para Cancún, onde aproveita sol e mar... vou utilizar umas belas palavras de Rainer Maria Rilke para lhes presentear a entrada de um novo ano.

Para mim, é bem verdade, o ano começou em outubro. Precisamente, dia 4. A celebração que virá será mero formalismo – um ato simbólico para demarcar as convenções.

***

"Nada está mais longe de tocar numa obra de arte do que a palavras críticas. As coisas não são tão apreensíveis nem tão dizíveis como nos querem fazer crer; quase todos os eventos são inefáveis, desenrolam-se num espaço onde as palavras nunca entram."

"Confie sempre em si próprio e na sua sensibilidade; se estiver enganado, o crescimento natural da sua vida interior conduzi-lo-á lentamente e com o passar do tempo a novos conhecimentos. Deixe que os seus juízos sigam a sua própria evolução silenciosa e impertubável que, como todos os progressos, obedece a uma profunda necessidade interior, não podendo ser imposta nem apressada."

"Alegre-se com o seu crescimento, que não pode ser assistido por ninguém, e seja benevolente para com aqueles que ficam para trás, e mostre-se firme e tranquilo diante deles e não os atormente com suas dúvidas e não os assuste com a sua esperança ou com a sua alegria, que eles não podem compreender."

"Pense no mundo que traz em si e dê a este pensamento o nome que quiser; chame-lhe recordação da infância ou nostalgia do seu futuro, mas tenha atenção ao que nasce em si e conceda-lhe um lugar mais alto do que a tudo o que vê à sua volta. O que acontece dentro de si merece todo o seu amor, trabalhe nisso de algum modo e não perca muito tempo nem alento a tentar esclarecer a sua atitude perante os homens."