terça-feira, 30 de setembro de 2008

Coração de mãe...

Domingo é dia de organizar as idéias. Nesse que passou, conversava com minha mãe sobre os preparativos da viagem. Nada mais óbvio, ok? Como também não é de se estranhar que ela esteja mais nervosa que eu. Enquanto conduzo calmamente a parte logística, com até certo desdém, dona Sandra franze a testa para o tempo corrido de arrumação da mala, para as roupas que preciso separar, toalhas, lençóis, produtos de higiene, livros...

– Não deixe tudo para a última hora – pede, com o olhar compassivo.

Sim, eu sei, é bem coisa de mãe. O coração dela deve estar pequeno, pequeno, pequeno. No meu sossego mundano, está tudo certo. Até porque vou passar quarta e quinta-feira em casa, à mercê dessas tarefas. É suficiente. A manhã de sexta vai servir apenas para depositar a cereja em cima do bolo.

Aliás, por falar em véspera, recebi uma dica valiosa: de quinta para sexta não dormir. Como meu embarque é às 17h15 (de Brasília) – chego às 6h10 (de Lisboa) –, o ideal é emendar tudo e deixar o sono acumular. É até bom: a não sei quantos pés de altura, sobrevoando o Atlântico, é que a ansiedade vai bater. Ainda mais porque vou começar a me preocupar com algo que realmente me aflige: dinheiro.

Mas isso são cenas de um próximo capítulo.

Nenhum comentário: